Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

quinta-feira, julho 12, 2012



E quando eu achava que o meu dia não podia piorar mais, recebo uma chamada da irmã "dele",
a comunicar-me que vai ser mãe outra vez e a convidar-me para madrinha do rebento...
Eu mereço!....
Até nem é por ela, sempre foi minha amiga, e mesmo quando a situação despencou ela sempre esteve do meu lado, o problema é que não me apetece encontrar-me com ele nas ocasiões especiais para a  criança, e isso é indiscutível que ele vai lá estar, afinal é tio...
Pedi tempo para pensar, afinal só nasce em Dezembro, mas notei que ela ficou triste porque não lhe disse logo que sim... será que fiz mal?
E esta dor de cabeça que não me deixa raciocinar...

6 comentários:

Jingas disse...

Por muito feliz que fiques com a criança, essa tua indecisão só prova que ainda não está sarado, e ela sendo tua amiga decerto compreenderá.

Força.

PS: Não é a evitar que se ultrapassam as coisas. É a enfrentá-las. Custa, eu sei, mas o caminho é em frente. Poderá ser sinuoso, mas sempre em frente.

Bjs

LIRIO SELVAGEM disse...

Ainda por cima era uma promessa antiga... mas entretanto tudo mudou...

NightDark disse...

Apesar de ser promessa antiga e do que mudou, uma coisa é certa: a moça tem-te em consideração para te convidar! O resto...bom dia e boa tarde!

s disse...

Não sendo a melhor pessoa para comentar ou opinar. A decisão deve partir de ti, por muito que te custe.
Mas digo-te o que fazia se fosse comigo e estivesse no teu lugar: não traio os meus amigos por muito que me custasse, em relação a pessoa que magoa e ainda pesa muito, ganhava coragem e dizia simplesmente, cara a cara, vim pela criança e pela amizade da pessoa que me convidou e nunca viria por ti.

As crianças nunca têm culpa e a amizade é o melhor tesouro que podemos ter, desculpa se não ajudei mas é o que eu faria.

Seja qual for a tua decisão, compreendo e apoio-te, por vezes é mais fácil falar.

Força e coragem qualquer que seja a tua decisão.


Partilho o PS da pessoa "Jingas".

beijinhos.

homem sem blogue disse...

Estás numa situação delicada!

Ouve o coração, ele nunca mente nem falha!

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt

Quase nos "entas" disse...

A decisão será sempre tua, mas deves ser realmente de grande consideração para ela ou nao te convidaria para ser madrinha do rebento....
Por isso...ou lhe explicas a situação de certo que ela compreenderá
ou aceitas e em vez de serem ex-cunhadas passam a CUMADRES :)
bjcas