Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

quinta-feira, setembro 06, 2012


Nem sei que vos diga.
Queria escrever alguma coisa mas tenho a cabeça em água o que não é propriamente mau, sempre achei que existe muita liberdade dentro do fundo marinho (faz sentido dizer "dentro" do fundo marinho?) adiante... A sério, estou que nem posso.
Vou ali rastejar e arejar também, tratar de uns assuntos pendentes e pode ser que à tarde consiga articular 3 palavras seguidas em português moderno (ultimamente só me sai português arcaico ou então um português-ET) mas ainda consigo dizer uma coisa: "Adoro tudo isso!" O "isso", é a vida que me rodeia.
Confundidos? Também eu...
Bolas que foi difícil escrever estas 4 linhas...

9 comentários:

Jingas disse...

Essa ondulação... ;)

homem sem blogue disse...

Deixa a vida te levar... como dizem os brasileiros

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt

NightDark disse...

Bem, estou a ver que o que se fuma por aí também é bom...

Libelinha disse...

Gostava de te ouvir falar o Português arcaico ;P
Aproveitar para nadar nessa "cabeça em água" ;)

LIRIO SELVAGEM disse...

Libelinha...
"mas quamto açena de tal molher a elle prazivel, cousa que lhe digam do"... mais ou menos isto...
E hoje prometo não beber mais :)

Mam'Zelle Moustache disse...

Estou a ver que não é só comigo que o ND é insensível...

"Isso" é muito bom, sim. Enquanto o conseguires ver, está tudo bem, Lírio :)

LIRIO SELVAGEM disse...

Mam'Zelle.. o ND é um #querido# com todas...

Eros disse...

A canícula afecta-nos de tantas maneiras... :)

Libelinha disse...

Ai Lírio... É melhor! É melhor!