Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

quarta-feira, setembro 12, 2012


As minhas idas ao banco estão a tornar-se cada vez mais interessantes.

Hoje armada em “cavalheira” lancei um elogio ao caixa

Eu -Ena, ena… quanta elegância…

Ele – Obrigado, estás a ver-me hoje?

Eu – Pois… vejo bem, é um defeito que tenho…

Ele - É que normalmente só me olhas, não me costumas ver…

Epahh… espera aí…. Um trocadilho? "Querem lá ver que o moçoilo tem problemas de auto estima…"

..."Espera que já te apanho"…

Eu – Não queres que te pergunte o que dizem os teus olhos, pois não?

Ele – Não! Mas podes perguntar-me outras coisas…

Eu - Deixa estar, até nem sou curiosa…

Ele - É pena...

Temos pena, mas para a próxima mudo de caixa, porque não me apetece ver pessoas, gosto mais de olhar.



7 comentários:

Jingas disse...

hummmmmm

LIRIO SELVAGEM disse...

hummmmmmmmmmmmm
eheheheheheheh

Chicolaiev disse...

Ainda te vai "obrigar" a mudar de banco...

LIRIO SELVAGEM disse...

Duvido... tenho mais 3 caixas de opção! :)

Libelinha disse...

Ehhh lahhh! ;)

LIRIO SELVAGEM disse...

Que foi Libelinha?

Libelinha disse...

Nada... Nada... Aqui a minha imaginação que é tramada ;P