Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

sexta-feira, setembro 14, 2012


Apesar de eu acreditar que é pouquíssimo provável amar duas pessoas ao mesmo tempo.
Agora, se pensarmos de uma forma mais alargada não levando aquele love à letra, faz todo o sentido a mensagem do Mr. Depp.
Só quando estamos menos bem com aquilo que temos e não há vontade para melhorar [e atenção que isto é o mais importante!], é que ficamos receptivos a estímulos do exterior.
É já certo e sabido e, infelizmente, sentido na pele.

4 comentários:

Urso Misha disse...

Idem aspas aspas...

Libelinha disse...

Conheço uma excepação há regra do Mr. Deep ;)

Isso de por aqui o mister Deep é para te meteres comigo e com a Mam'Zelle, não é? ;P

Mam'Zelle Moustache disse...

Concordo plenamente com a segunda frase do "meu" Johnny. Simplesmente porque não acredito que se possa estar apaixonado por (amar) duas pessoas ao mesmo tempo. Se nos apaixonarmos por uma pessoa, já estando com alguém, quer, simplesmente, dizer que já não sentimos amor pela primeira. E, muitas vezes, as pessoas nem se tinham apercebido disso... de já não amar a pessoa que está ao seu lado...

Concordo, Libelinha! ;p

Morango Azul disse...

É pá que pena que eu tenho de este post não ser meu.
Muito bom.