Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

sábado, novembro 24, 2012


Quando morri, ninguém percebeu!
Nem os amigos, nem a família,
nem mesmo os que convivem comigo todos os dias...
Eu não estava doente, era um facto!
Mas deveriam saber reconhecer um corpo
sem vida... inerte...já cadáver...
Talvez ninguém conseguisse ver para
além da forma imediata da matéria,
nem notassem a ausência de luz por trás dos olhos...
Não sentiram o frio da minhas mãos...
Não viram as pontas dos dedos roxas...
Mas o que realmente me intriga,
é que nem notaram a ausência progressiva
de coração, que foi enfraquecendo aos poucos,
até ser só um mudo eco no meu peito...
Morri naquele dia!
Mas todos me olham, tocam e falam como se eu
ainda fizesse parte desta vida...
Hoje vou contar-vos um segredo!!
Estou morta!!!!
Desintegrei-me em milhões de pedaços,
que foram disparados para várias direcções...
No derradeiro momento, procurei uma mão amiga,
mas nenhuma me foi oferecida...
Passei por esta vida com a sensação de me ter
sentado sempre em lugares já ocupados...
Senti a solidão como ninguém,
e nem os meus sonhos foram verdadeiros!
Se tu me visses hoje... Saberías que já morri...
Se os teus olhos não estiverem já perdidos em
horizontes longínquos...

10 comentários:

Eros disse...

Linhas deveras angustiantes. Limpa e aclara o olhar... há horizontes longínquos que não vale a pena enxergar...

Beijinho

Carolina Duarte disse...

Tão lindo! Gostei mesmo muito.

Sorriso disse...

Força Lirio mesmo que um dia tivesses ficado só isso não te faz infeliz, nem sem coração, porque ele só pára de bater quando desistes de ti própria.
Logo logo vais ver que os amigos afinal estavam lá, mas sentiam-se como tu nesse tempo e por isso te deixaram sózinha. Acredita em ti , perdoa a outrém e nenhuma solidão te derrubará!
Bjs

Libelinha disse...

Um beijinho ;)

NightDark disse...

:(
Oh Lirio, não tenho gostado dos teus últimos posts...
De certo, será impressão tua e muita gente preocupa-se contigo.
Já tentaste perceber se, afinal, foi algo em ti que mudou?
Estados de alma negativos podem apenas captar outros de igual forma.
O tempo não ajuda, mas toca a arrebitar!
Bom Domingo!
Beijinhos

Anónimo disse...

Lirio, espero que tudo que escreves, seja feticio, porque não acredito que estes postes, sejam verdadeiros, ou seja que passes por tudo isso, se for esse o caso espero, sinceramente que ultrapassses, todos esses maus momentos... beijinhos

homem sem blogue disse...

Que belo texto...

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt

S.o.l. disse...

Quem escreve assim teve de o ter sentido, ou ainda o sente...

Há mortes interiores que não existe mãos que nos acudam. Temos de ser nós a lutar e a reeguer-nos. Porque merecemos isso, porque valemos a pena, porque há (e há sempre) algo pelo qual vale a pena lutar.

Um abraço... e uma mão estendida para o caso de precisares.

LIRIO SELVAGEM disse...

Obrigada S.o.l.
Pelas palavras e pelo aconchego.
bjs

Somente EU disse...

Talvez das publicações mais tristes que li e reli e não vou fazer perguntas, lamento que esse período tenha existido na tua vida e fico contente que tenhas ultrapassado talvez o pior período da tua vida.

beijinhos

PS: Espero do fundo do meu coração que "nunca" exista um período ou uma fase assim na tua vida.