Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

terça-feira, novembro 27, 2012




Porque nos decepcionamos com uma pessoa, com um acontecimento, com uma situação, ou com a vida?
A decepção é um sentimento tão frustrante, talvez seja das sensações que mais me entristece, deita-me abaixo, impede-me de continuar, bloqueia-me!
Será que criamos expectativas altas demais? Ou será que as expectativas eram normais, próprias e adequadas, mas a decepção teimosamente bate-nos à porta?
Será um problema de ansiedade, de querermos tanto que algo se realize?
Será que somos exigentes demais, e exigimos dos outros, coisas que nem nós próprios sabemos fazer?
Será que uns são mais atreitos a decepções que outros?
Será que uns, nem percebem a decepção não lhe dando a importância que outros lhe dão?
Será que as decepções só acontecem aos emotivos? Aos frágeis? Aos corajosos? Aos exagerados? Aos idiotas?
E acordar depois de uma decepção?
Acordar para a Vida, acordar para o Dia, pôr os pés fora da cama, levantar o corpo, calçar qualquer coisa para começar a pisar o chão, a terra, olharmo-nos no espelho e vermos uns olhos decepcionados….
E depois, muitas vezes voltar ao mesmo sítio, ao mesmo local, ver a mesma pessoa, ter de falar com essa pessoa, voltar e reencontrar o mesmo ambiente, o mesmo cenário….
Reagir…! Como se faz para reagir? Reagir é voltar a agir! Para voltar a agir, é preciso ter vontade de agir. E o mundo que nos rodeia, exigente, que não tolera a insatisfação, não tolera tristezas, que como uma criança mimada, quer-nos Lindos, Contentes, Sorrisinhos, Arranjados, Elegantes, Perfeitos, e todos nos pedem...
“Vá reage! faz qualquer coisa, tens que melhorar!
"Lá estás tu com o teu pessimismo! …”.
E para culminar, lá dizem a frase: “Não percebo, porque ficas assim, não é caso para isso!”.
E nós, envolvidos num manto negro de tristeza, de amargos na boca, de nós no estômago, de dedos das mãos frios, de joelhos ligeiramente a quebrar, ficamos perplexos a olhar para aquela gente que nos diz... “Que não é nada!”.
Não é nada???!
Mas não percebem, que para nós É TUDO



11 comentários:

Desbocado disse...

1. Há gente muito estúpida, não ligues

2. As decepções só acontecem aos melhores

3. Se precisares de alguma coisa diz

4.Não sei se gostas de chá mas quando estou triste sabe-me bem

5.Reagir é mais fácil se tiveres alguém que te apoie

6. Não tenho jeitinho nenhum para ajudar as pessoas, como já deves ter reparado...

7.Se calhar entrepertei mal o texto :(

8. Gosto muitíssimo do teu blogue

DESBOCADO!

P.S. Espero que a minha estupidez te tenha alegrado pelo menos um pouco :)

LIRIO SELVAGEM disse...

Bom dia Desbocado!
1.Mas conseguem sempre nos surpreender.
2.estou quase em crer que sim :)
3.Obrigada pelo "ombro"
4.Adoro chá
5.Normalmente acabo por reagir sozinha.
6.Não concordo contigo.
7.Interpretaste lindamente.
8. OBRIGADA.

Ps: Fizeste-me sorrir...

Chicolaiev disse...

Costumo dizer que as pessoas não nos decepcionam... nós é que nos iludimos a pensar que elas são uma coisa que na verdade... não são!

LIRIO SELVAGEM disse...

Chico eu com o tempo também começo a chegar a essa conclusão.

Susana Miranda disse...



Criamos demasiadas expectativas sobre os outros…temos desilusões…

A mascara que usam por vezes ilude-nos!

Beijinhos

Maria Misteriosa disse...

"O amor perguntou ao ódio: Porque me odeias tanto? O ódio respondeu: Porque um dia te amei demais."
Os excessos, as paixões, as expectativas, as desilusões, as tristezas, os ódios… Quantas vezes pensámos com amargura, com raiva até “eu precisei dele/a e ele/a não estava lá!”, quantas? É evidente que isso dói profundamente, porque há momentos em que nos sentimos frágeis e precisamos de alguém, a questão é, será que escolhemos as pessoas certas para isso? Será que as pessoas a quem nos apegamos, a quem mandamos sos’s são aquelas que merecem a nossa confiança? No momento achamos que sim, mas logo compreendemos que não e compreendemos da pior maneira possível, esbarrando contra uma parede.

LIRIO SELVAGEM disse...

Absolutamente verdade Maria.

LIRIO SELVAGEM disse...

Susaninha, tens sempre razão, és uma iluminada.

G. disse...

Tenho os mesmos problemas... E como a Susana mencionou e bem, usam uma máscara e dps criamos demasiadas expectativas sobre os outros que nos levam a desilusões…
Infelizmente este tb tem sido o meu mundo, apesar de já conseguir colocar de lado algumas situações, por ver que me preocupei demais e as pessoas nem sequer quiseram saber...

Sofremos do mesmo mal. Somos parecidas em feitio e emoções.

Libelinha disse...

Eu concordo com a Susana ;)

Beijinho

Somente EU disse...

Já comentei este texto e já sabes qual é a minha opinião. O mais importante é que és mais forte do que esse tipo de pessoas que te magoam.

beijinhos e bom fim-de-semana.