Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

segunda-feira, agosto 20, 2012


Cartas de amor são escritas não para dar notícias, ou para contar novidades, mas sim para que mãos separadas se toquem ao tocarem a mesma folha de papel.

Já não existem amores para tais cartas...

14 comentários:

PM disse...

Provavelmente ainda existem. Eu é que ainda não tive nenhum que fosse digno de tal.

LIRIO SELVAGEM disse...

Nunca te apeteceu escrever uma linda carta de amor? Eu já...

PM disse...

Claro que já me apeteceu. Tantas vezes e tinha tanto para dizer. Nunca tive foi quem ao receber lhe desse valor.

O romântico que não sei se existe em mim ainda espera um dia enviar muitas cartas de amor.

LIRIO SELVAGEM disse...

Eu já escrevi algumas, mas nunca as enviei, tal como tu eu também acho que no outro lado não iriam dar valor, por isso foram todas para o lixo.

Somente EU disse...

Eu pelo desculpa aos dois antes de mais e vou tentar dar a minha singela opinião, Lirio e PM mas como podem saber se as cartas foram para o lixo ou não são enviadas, é pior ser ignorado de outra forma. Às vezes a melhor forma de ignorar e e não dar valor a uma determinada pessoa é não fazer nada e o silêncio ter a palavra mais forte. Desejo só as maiores felicidades aos dois e que encontrem quem vos mereça.

beijinhos

Mam'Zelle Moustache disse...

Ui, derreto-me com este assunto. Ter uma carta que não seja publicidade ou contas para pagar no correio sabe tão bem. Abrir o envelope com todo o cuidado para não o estragar. Ler as palavras escritas, (re)conhecer a letra de quem escreveu. Guardar o "tesouro" numa caixa de metal para mais tarde reler e recordar... (suspiro)

LIRIO SELVAGEM disse...

Bem Vinda Mam'Zelle... cartas de amor quem não gosta...

Urso Misha disse...

1º peço desculpa por entrar neste seu canto privado
2º já escrevi e a 1º carta de amor foi aberta pela avó, pois a neta disse para abrir e depois
"Avó, avó fecha, não leias mais..."
Como diria o Homer Simpson "DOPE"...
Grande fail, mas enfim mas a recompensa foi generosa. :)

LIRIO SELVAGEM disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LIRIO SELVAGEM disse...

Bem vindo Urso Misha.

Somente EU disse...

Errata: Em cima onde escrevi "Eu pelo" queria escrever "Eu peço" foi um erro de escrita, a pressa é inimiga da perfeição. Acrescento só que estou plenamente de acordo com o comentário da "Mam'Zelle Moustache" daí achar que é um erro não enviar ou irem para o lixo.

beijinhos

G. disse...

Existem ainda amores para as tais cartas, mas infelizmente dá-se mais valor à razão do que ao coração... E o coração fica ferido para o resto da vida.

Já escrevi cartas, bilhetes de amor... Soube bem escrever e acreditei.
Mas como sabes, já não acredito em amores...

PM disse...

Somente EU, eu não enviei porque acho que uma verdadeira carta de Amor em que se fala de Amor verdadeiro é preciosa demais para ir ao acaso. É preciso ter cuidado para não banalizar as palavras e os sentimentos, como tanta gente faz.

Eu sei que amei e que essas pessoas que amei nunca me amaram, portanto, a carta não saiu do meu coração para o papel.

*C*inderela disse...

Eu ainda sou do tempo das famosas cartas de amor, escrevi e recebi algums. Estão todas bem guardadinhas :)

Bjokas