Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

terça-feira, fevereiro 05, 2013

 Podes ter a certeza...
Se eu pudesse voltar atrás e saber o que sei hoje.
Nunca tinha comentado a porra daquela fotografia e tinha-te mantido bem longe da minha vida.
Já não consigo guardar boas memórias.
Todas as que tenho são com uma pessoa que devo ter inventado na minha cabeça.
Porque tu nunca foste assim, só fingiste muito bem!








6 comentários:

Sandra Silva disse...

Menina, todas as experiências que vivemos acabam por contribuir para o nosso crescimento, mesmo que às vezes não pareça.

quem errou foste ele, não tu.

beijos

Flow disse...

Às vezes acontece, criamos ilusões na nossa cabeça que nada correspondem à realidade. Mas se já percebeste isso, então avança e não olhes para trás.
beijinho :)

Eros disse...

PALHAÇO!!!!!













Beijinho Lírio*

O Mesmo Gajo disse...

De início é tudo muito giro, mas quando "deixamos alguém entrar", corremos o risco que nos conheçam e de conhecer verdadeiramente as outras pessoas!

Também estou triste e desiludido neste momento? - SIMMMM!

Arrependido? - NUNCA, o arrependimento é um veneno que nos corrói as entranhas e já uso disso, chama-se solidão, não lhe vou juntar aditivos!!

Somente EU disse...

Já sabes a minha opinião e o que deves fazer, :(

beijinhos.

Sorriso disse...

Lírio para mim só nos merece quem vale a pena, pessoas falsas morram bem longe. É certo que podemos inventar outra pessoa que não a que pensamos à partida,acontece, mas isso só serve para dar experiência de vida.
Deixa a amargura e segue em frente.
Beijinhos