Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

segunda-feira, fevereiro 04, 2013

 
 
Não sou mulher de camisas, sou mulher de t-shirts!



Agora tirem as ilações que quiserem...

13 comentários:

O Mesmo Gajo disse...

Hummmm... conclusões!?

Tens medo das correntes de ar que se geram por entre os botões..? :))

Somente EU disse...

Os outros não interessa, :)

Eu detesto camisas e fatos, o que eu penso que és uma pessoa prática.

beijinhos.

PS: Esquece os outros e quem te magoa, eu sei que é difícil e cometo esse erro mas é possível.

LIRIO SELVAGEM disse...

Também podia ser esse um dos motivos, e como sou pessoa sensível a correntes de ar...
Fica a dúvida Gajo!

LIRIO SELVAGEM disse...

Ó Sérgio... eu quero lá sabes de quem me magoou...
Quero distância e simplesmente ignoro essas almas!

O Mesmo Gajo disse...

Havia a dúvida, agora fica a provocação.. :P

Sandra Silva disse...

Pois eu sou mulher do que estiver à mão...

LIRIO SELVAGEM disse...

Mas isso és tu rock girl!!!
Eu não gosto de jogar a mão.
:)

LIRIO SELVAGEM disse...

Gosto de provocar!
Mas costumo fugir delas...
Sou tipo: toca e foge!

Esta resposta é para o Gajo :)

Flow disse...

Eu também... o trabalhão que dá apertar e desapertar botões ;)
Beijinho

O Mesmo Gajo disse...

Mas LIRIO SELVAGEM, um dia vais ter de ficar e encarar as consequências!! :P

LIRIO SELVAGEM disse...

Um dia ficarei... hoje ainda não é o dia! Gajo!!!!

O Mesmo Gajo disse...

Ninguém te pediu que fosse hoje!!

Vá... vai... foge mais um pouco!!

Ahahahahahh!! Bjo*

LIRIO SELVAGEM disse...

A frase foi só uma homenagem ao Nicola :)
Qualquer dia aparece-me alguém que foge mais que eu e aí... tou tramada.