Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

sexta-feira, outubro 19, 2012




Posso ter defeitos, posso errar...
mas não tolero que duvidem.
Que acreditem noutras pessoas e não em mim.
Os amigos deveriam confiar em nós.
Se alguém lhes diz algo que fizemos deveriam à partida duvidar, e só para tirar as dúvidas perguntarem-nos...
Magoa muito que quando perguntam, se veja nos olhos deles que não acreditam.
Que nos achem insensíveis... egoístas.
Para tudo na vida há vários pontos de vista, depende de quem está a passar pela situação.
Os opiniões mudam muito as teorias também e nem sempre o que parece é.
Não sou perfeita, não!
Penso muito em mim... dou muito raramente ... é verdade, já fui muito enganada e já dei a quem não mereceu, podem não ter culpa as pessoas de agora, só que só darei novamente a quem mostrar que merece.
Insensível?... talvez... não choro por ver chorar.. não me comovo com o mal dos outros quando vejo que existem soluções... comovo-me quando é grave e não há nada a fazer.
Se há soluções é levantar os braços e seguir em frente.
Com que direito me devo preocupar e andar a fazer que estou extremamente sensibilizada se há hipóteses, e a pessoa não esta a aproveitar para resolver a situação...
Se gosta de atenção e pelo menos se quando chora muito e fica deprimida toda gente a apoia e é o centro das atenções... isso é com ela!
Será que quem se lamenta mais é quem tem mais problemas??
Acho que não.
Acho que certas pessoas gostam de ser cuidadas.
Também tenho problemas também me vou abaixo... também tenho vontade de não sair da cama de chorar e não querer enfrentar o mundo.
Mas saio e enfrento... e não vem ninguém dar-me apoio... sabem porquê?
Porque não me viram a faltar ao trabalho, não me viram a chorar pelos cantos...
Isso que dizer que não sofro?
Que sou insensível?
Por vezes penso que o defeito é meu...
E sinceramente...há momentos que não sei...

6 comentários:

NightDark disse...

Apenas te deves manter como és!

Flow disse...

Eu também sou assim... Posso estar muito mal, mas evito demonstrar e não falo. Há outros que à mínima contrariedade já é o fim do mundo e é tudo muito mau.
Beijinhos :)

Libelinha disse...

Acima de tudo sê sincera contigo própria!
Lamentar não resolve nada e tenho pena de quem passa a vida a lamentar-se! A vida é para ser vivida com alegria por mais que sejam os problemas!
Sempre disse que quando se dá muita atenção a um problema, vive-se a vida nesse problema e pouco ou nada mais se aprecia e... Há tanto para se apreciar nesta vida! Tu sabes ;)

Susana Miranda disse...


O defeito não é teu...

Existem pessoas que veneram ser o centro das atenções… a questão…conseguem manipular a vários níveis (familiar, social e afetivo).

Privando-se de viver a vida…gastam o tempo com lamúrias.

A vida proporciona-nos momentos sublimes…temos de aproveitar.
Problemas…quem não os tem!

Beijinho

marisa v disse...

Eu também não gosto muito de mostrar quando sofro e de sair a lamentar-me a toda a gente. E o problema de sermos assim é que para os outros somos insensíveis, mas a verdade é que também sofremos, só não temos feitio para pôr toda a gente atrás com lencinhos de papel para secar as nossas lágrimas, e em vez disso preferimos secá-las mesmo antes de elas caírem.

O Sexo e a Idade disse...

Subscrevo inteiramente as palavras da Susana!
Beijinho