Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

sexta-feira, maio 17, 2013

Sabes uma coisa?





Tenho vontade de falar contigo…
Falar simplesmente, ver o brilho do olhar, sentir o cheiro, a respiração, todas essas coisas que também comunicam, sem o filtro de um ecrã plano onde a voz e a imagem saem distorcidas.
Não queria ter de pensar nas teclas que vou tocar, nem nas palavras que vou escrever, porque acabam por perder espontaneidade pelo compasso de espera.
Não me apetecia ter de premir um dispositivo qualquer contra o ouvido para te levar a minha voz através de satélites que nem sei onde estão.
Queria simplesmente falar, com calma sem horas de chegada ou partida, sem cronómetros, uma conversa feita de palavras mas também de silêncios pelo meio.

Assim só… conversar…



7 comentários:

Canca disse...

Com todo o sentido e sentimento, assim me parece este texto, lindo.

Bjs

Eros disse...

Há alturas em que sinto essa urgência por alguém... mas há comunicações que ficam mesmo noutra frequência do tempo.

bom fim-de-semana*

Suricate disse...

Posso não ser em quem pensavas, mas passei para te dizer que estou aqui, bem pertinho de ti (verdade que tens de teclar...) para falar contigo, ou para te ouvir, sabes, não sabes?

jinhosss doces

MS disse...

Também tinha vontade de fazer isso...
kiss

NightDark disse...

Muita intensidade neste post...
Bah, toca a arrebitar!
Bom fim de semana!
Jocas

Sorriso disse...

Concordo contigo e talvez até seja defeito meu o gostar de conversar, mas de sentir as pessoas,de lhe ver o rosto e o olhar ,nada substitui os meios mais sofisticados de informação.

Bom fim de semana Lirio
beijinho

G. disse...

Li o post no dia em que publicaste. As lágrimas caíram pela face porque escreveste o que sentia nestes últimos dias...
É difícil viver sem estar, falar com "ele". Apenas "ele"...