Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

sexta-feira, maio 24, 2013


CONVERSAS DE CAFÉ...


O tema de hoje...
"Acreditas em segundas oportunidades?"
O tema corria solto, cada pessoa ía descrevendo as suas experiências, ou simplesmente dando a sua opinião.
Não me manifestei, fiquei calada só ouvindo as opiniões alheias, o tema incomoda-me.
Se há uns tempos atrás eu diria sem vacilar que não acreditava em segundas oportunidades, agora nem tanto... acho que a idade nos modifica.
Até que uma das minhas amigas disse:
-Eu acredito!
"Acredito que as pessoas são como artistas a desenhar a lápis e de repente fazem um risco no sítio errado. Esse risco pode estar lá por várias razões, porque a mão já estava cansada, porque os olhos se desviaram compenetrados no próximo risco, ou simplesmente por pura distracção. Foi por isso que inventaram as borrachas, para apagar os riscos tortos e recomeçar."
Quase sem me aperceber acabei por entrar na conversa...

 "Sim, mas as cicatrizes do coração não se apagam com borrachas, pois não?"

Pois não... e ficaram todos em silêncio...



5 comentários:

Eros disse...

Não acredito em segundas oportunidades. Se não nos aproveitam à primeira, não nos merecem. E se não aproveitamos algo à primeira, não é certamente aquilo que realmente desejamos.
A vida é demasiado curta para ruminar desta forma, em círculos que são tudo menos evolutivos.

Beijinho e bom fim-de-semana Lirio

Somente EU disse...

Segundas oportunidades?
Havia pano para mangas, há casos em que não dou e não peço desculpa, não posso ir contra os meus valores.

Depende da razão porque foi quebrada, sempre que a pessoa merece e não agiu propositadamente dou.

beijinhos e bom fim-de-semana.

Flow disse...

Eu sou a favor de outra oportunidade. Ou era. Agora acho que estou a mudar e começo a pensar da mesma forma que o "Eros"...
Acho que é a idade e as pancadas da vida :)
Beijinho

Sorriso disse...

Já fui mais radical o tempo os anos, a vida amainou-me ..mesmo assim tudo depende do que foi quebrado e dos limites que foram ultrapassados.Sei que hoje ,perdoou um pouco mais facilmente, porque pode ser a oportunidade que não quero desperdiçar de ser feliz e de fazer os outros felizes.
Mas lá está tudo depende da situação concreta.

Bom fim de semana Lírio.
Beijinho

Vivi disse...

Com todas as minhas vivências, mantenho-me firme. Não acredito em segundas oportunidades. As pessoas não mudam assim do nada, os princípios vêm de berço.
Perdida a confiança nada volta a ser igual.
Segundas oportunidades não.
Bjs