Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

terça-feira, maio 28, 2013

28/05/2000


No dia que o meu pai faleceu não consegui verter uma única lágrima.
Foi como se se acumulassem dentro de mim, provocando uma inundação crescente que ia matando lentamente cada órgão do meu corpo...
Um... A um...
Até que no final do dia só o meu corpo restava...
Como uma embalagem vazia...
Nesse dia tive a certeza que eu nunca mais seria a mesma. :(

{Faz hoje treze anos que nos deixaste, sabes o que descobri? Que me mentiram, afinal o tempo não cura tudo, o tempo aumenta a saudade... beijo Pai, onde quer que estejas}

16 comentários:

Eros disse...

Um abraço...

Sandra Silva disse...

Força minha querida!!

Como poderá o tempo curar o amor duma filha por seu pai??

Quando as saudades apertam, refugia-te nas lembranças...

Beijo

Suricate disse...

Não calculo a tua dor, minha flor...um jinho docinho no teu ♥

NightDark disse...

Recordar é viver e, certamente, está orgulhoso de ti!!

Beijinhos

MS disse...

infelizmente sei o que é isso... :(
Beijinho especial neste dia difícil para ti e força!

MS disse...

Um beijinho especial neste dia difícil para ti... Força!

Sorriso disse...

Estará sempre pertinho do teu coração e a proteger-te.

Beijinho grande.

Somente EU disse...

:(

um beijinho e um abraço do tamanho do mundo, já sabes como me sinto com estas puublicações que falam do teu querido Pai.

Flow disse...

Força querida!
Um beijinho grande :)

Isa M. disse...

O tempo não cura tudo, mas atenua a dor, aumenta a saudade e faz-nos lembrar dos que amavamos e partiram com aquele carinho bom e doce ...

Ainda bem que o tempo não rouba as recordações, iriamos ficar muito mais pobres.

Beijinhos

SuperSónica disse...

Não consigo imaginar...
Abracinho bem forte!

LIRIO SELVAGEM disse...

Obrigada a todos pelas palavras de apoio, um beijinho especial a todos vós.

Patrícia Figueira disse...

Beijinho doce e cheiod e cor no <3

Anónimo disse...

Deus leva os que mais ama...

Maria disse...

Não o tempo não cura tudo e também não faz esquecer...mas nem sempre queremos esquecer...o teu pai habita o teu coração e por isso vive ainda da mais terna forma e acredito um dia estará à tua espera..de uma ou outra maneira...mas no final de um caminho de amor!!!
Muitos beijos minha querida...acredita sei de que saudades falas...!!!
Mil beijos!
Maria

homem sem blogue disse...

Acredita que o teu pai está a olhar por ti e orgulhoso pelo teu percurso.

beijos

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt