Certa madrugada fria irei de cabelos soltos ver como crescem os lírios. Quero saber como crescem simples, belos e perfeitos!Ao abandono nos campos...

segunda-feira, dezembro 03, 2012


Às vezes é preciso parar e pensar.

Só à distância conseguimos compreender alguns factos

Só passado um tempo se percebe o "porquê"

Estou a precisar de parar e pensar

Mas ao mesmo tempo não quero compreender o que se passou

Nem procuro saber o "porquê"

Fujo do que sei

Ignoro o que é evidente

Escondo-me de mim

4 comentários:

Libelinha disse...

Se sabes, é impossível ignorar.

Sorriso disse...

Sabes , quanto a mim, não enfrentar a verdade ás vezes é mais doloroso do que avançar enfrentando. É que, algo recalcado dói mais.
Força Lírio, enfrenta lá seja o que fôr e não te escondas!
Beijos :)

Susana Miranda disse...


As palavras (Libelinha e da Sorriso), dizem tudo…a realidade, por mais amarga ou cruel que seja, é preferível enfrentar.

Independente qual seja a “gaveta”…tenta resolver da melhor maneira.

Bjs

Somente EU disse...

O tempo ajuda e dá respostas mas já sabes a minha opinião, o silêncio de algumas pessoas assusta-me e muito.

Não acho que te devas esconder de ti.

beijinhos